NASA está contando com seu robô Valkyrie para construir uma base em Marte

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Tempo de leitura: 2 minutos

A Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) e sua busca pela conquista de Marte ultrapassará um marco em 2020 com seu programa de exploração marciana.

NASA está contando com seu robô Valkyrie para construir uma base em Marte

A NASA vem desenvolvendo robôs para serem enviados em missões desde há alguns anos e agora está olhando para seu robô humanoide, Valkyrie, para estabelecer uma base no Planeta Vermelho.

Um robô humanoide semiautônomo de 1,90 metros de altura, o Valkyrie, foi projetado com um objetivo final pela NASA, para ajudar os humanos a colonizar o planeta. O robô de 146 quilos foi preparado com uma série de testes baseados no espaço pelo Space Robotics Challenge da NASA. O robô pode usar ferramentas humanas e mapear seu próprio caminho com segurança. Ele pode navegar bem em terrenos rochosos, graças à sua potência hidráulica.

À primeira vista, a Valkyrie é parecido como o Homem de Ferro, com um círculo brilhante no peito marcando seu status. Dentro da placa transparente de infravermelho, você encontrará um sensor LIDAR zumbindo que constantemente procura objetos e obstáculos nos arredores. O robô tem dois cérebros – dois computadores Intel iCore i7 que dão sentido à entrada dos sensores. Embora a Valkyrie tenha sido testado com um cabo de alimentação, ele pode funcionar com uma bateria que dura uma boa hora.

Então, basicamente, se você já assistiu ao filme, Perdido em Marte, Valkyrie irá recriar sua trama, menos a parte sobre o cultivo de batatas.

Haverá uma série de câmeras e sensores em abundância no Valkyrie: uma câmera SL multisense em sua cabeça que combina laser, estéreo 3D e vídeo, além de extra câmeras de risco olhando para frente e para trás de seu torso. Os 38 sensores em cada mão com três dedos mantêm a destreza e controlam 44 graus de liberdade.

Robôs estabelecidos no espaço, desenvolvidos no passado, como o Curiosity, Opportunity e Spirit, até agora confiaram nas rodas para se movimentar. Replicar a capacidade dos seres humanos de andar é, obviamente, uma meta de robótica quase alcançada com o Valkyrie. Já é hora de vermos suas réplicas colonizando Marte e medindo o ambiente marciano para nós, antes de começarmos a viver no espaço.

[Para informações de como ativar a legenda em português do vídeo abaixo, embora ela não seja precisa e possa não funcionar em dispositivos móveis, clique aqui. (Macete: algumas legendas são melhores acompanhadas lendo-se somente a última linha)]

Artigo anteriorAsteroide destruidor de cidades passa próximo da Terra – detectado em cima da hora
Próximo artigoGaláxias antigas são descobertas e podem mudar a compreensão do nosso Universo